sábado, dezembro 11


Dia a dia agitado: quedas, tapas, mordidas, galos, beijos...

1
Puxa, como as coisas andam agitadas por aqui ! Cada dia que passa as 4 estão mais molecas e mostrando as suas personalidades.
A Catarina, menorzinha de todas, está distribuindo tapas e mordidas a revilia. Se alguma delas fica muito grudada ela logo quer empurrar e morder, se alguém lhe toma ou não lhe dá algum brinquedo , lá vai a mãozinha funcionando, sem falar na "boquinha nervosa", como diz o vovô Ronaldo. Ainda tem mais , se não consegue o que quer bate a cabeça no chão. Temos que ficar o dia todo de olho para corrigir e dizer sempre a mesma coisa: "- Não, não, olha o carinho na mana, dá beijinho e faz carinho!" Falamos tanto que quando ela bate já olha pra nós e espera a frase do costume. Ela até faz o carinho e logo dá beijinhos ,mas se tiver oportunidade, repete tudo novamente. A Clarice, coitada é vítima dela, é a mais mordida e apanha mais, e pasmem é a mior das quatro. Ela já diz :-" Pá, pá pá, não, côôô!! ( que é carinho). Dá uma dó danada. Hoje a vítima foi a Cecília, levou uma mordida daquelas. Quando a Catarina está muito empolgada ela também morde e como elas estavam doidas para ver o dvd dos Telletubies e a Cecília estava mais poróxima ...
Ontém a Catarina fez o primeiro galo na testa. A sandália agarrou no chão e lá foi ela de testa no marco da porta. Foi aquele chororô danado, tadinha. Sem falar nos dedos presos nas portas.

 A Clarice não é de bater e nunca mordeu ninguém , mas grita a valer. Faz birra se não consegue o que quer bate a boca no chão, mas agora que ela já viu que dói, só bate no tapete ou bem devagar.
Semana passada foi a vez da Clarice cortar a testa no rodapé da varanda. Ela se deitou de mal jeito e bateu a testa. Foi outro chororô.

A Cecília é engraçada. Toma as coisas das irmãs no calado, e fica olhando bem séria para ver a  reação delas. Agora também já aprendeu a bater a boca no chão e também bate no tapete. A nova moda da Cissa é subir nas cadeiras. Quando vi até gelei , pois ela já estava com a mão na janela. Pular para dentro do berço, de fora para dentro também é sua nova modalidade. As outras ficam doidas para imitar mas ainda não conseguiram. Ela é danada e está super perigosa.

A Camilla é a mais tranquila, só chora e reclama muito quando está insatisfeita ou lhe tomam o que tem nas mãos. São umas "belezinhas".
Nós ficamos sempre em alerta e o lema do momento é :
                     
                                    "CARINHO NA MANA, BEIJINHOS NA MANA".

Momento de carinhos entre as manas Catarina e Clarice.

É, não é fácil criar quatro crianças da mesma idade ao mesmo tempo, mas nós vamos fazendo o melhor possível para acertar.
Beijocas da Big família.

1 comentários:

(Mamãe) ~Pinel disse...

Não deve ser fácil mesmo!!! 4 é MUITA coisa!!=D
Ainda bem que você tem a Clara que te ajuda né???

hehehe

Beijo!

Postar um comentário